LUIZ ALBERTO MACHADO

Loading...

domingo, fevereiro 23, 2014

LEMBRANÇA

 Foto: Vinicio Moraes.

LEMBRANÇA


Ainda ontem mesmo eu vi
Na moldura da memória
Longe terra onde nasci
Nos caminhos vida afora

Fui menino pelo rio
E cresci que nem o mar
Acendi o meu pavio
No desafio a poetar

Se a lembrança não é pouca
Enche a boca de vontade
É que o canto é de voz rouca
Cheio o peito de saudade

Ainda ontem eu revi
Os amigos no quintal
Contando tudo dali
No verde canavial

Revirei todo rincão
Muitas luas no destino
De perder o meu bridão
No mormaço vespertino

Se a lembrança não é pouca
Enche a boca de vontade
É que o canto é de voz rouca
Cheio o peito de saudade