sexta-feira, outubro 13, 2017

PROJETO PINTANDO NA PRAÇA


PROJETO PINTANDO NA PRAÇA – Durante todo mês de outubro acontecerá na Biblioteca Fenelon Barreto, em Palmares, a exposição do Projeto Pintando na Praça, do poeta e artista plástico Paulo Profeta, promovido pelo Instituto de Belas Artes Vale do Una, com apoio da Semed-Palmares e da Fundação Hermilo Borba Filho. A exposição reúne trabalhos atuais e das edições de 2010, 2013 e 2016 do projeto, culminando com grande evento que acontecerá no dia 21 de outubro na Praça Paulo Paranhos, centro de Palmares. Veja mais aqui.


ESCOLA DE BELAS ARTES VALE DO UNA – A Escola de Belas Artes Vale do Una é uma realização do Instituto de Belas Artes, estabelecida à Rua Maurity, nº 374, em Palmares –PE, dispondo de cursos e oficinas de Pintor Artístico I, Desenho Artístico I, Modelagem Tridimensional em Argila, Técnica de Modelagem, Encadernação Artesanal, Serigrafia Artística através de Técnicas Artesanais, Técnica de Marchetera com Folheado e Produtos de Resina em Poliéster. Veja mais aqui.

INSTITUTO DE BELAS ARTES VALE DO UNA – O Instituto é uma associação de caráter social, educacional, artístico e cultural, que tem por objetivos principais o de formação e capacitação de artistas e arte-educadoras nas áreas de artes visuais, animação e empreendedorismo cultural; promoção da cultura, defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico, entre outros. O Instituto é presidido pelo poeta e artista plástico Paulo Profeta.


PAULO PROFETA – O poeta e artista plástico Paulo Profeta é licenciado em Pedagogia pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), em Educação Artistica – Artes Plásticas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e cursou disciplinas na área de pintura e desenho na Faculdade de Belas Artes do Porto (FBAUP), em Portugal. É autor de diversos livros de poesia e prosa, fundador da Casa da Cultura de Serra Talhada, membro das Academais Serra-Talhadense e Palmarense de Letras, tendo realizado diversas exposições e cursos, além de ser o idealizado e realizador do Projeto Pintando na Praça, nas edições 2010, 2013, 2016 e 2017. Veja mais aqui e aqui.